Produção de conteúdo para gera vendas

Tempo de leitura: 4 minutos

Produção de conteúdo para gera vendas

consultor em marketing digital

Imagine que ao acordar, pela manhã, uma fila enorme de clientes, ansiosos para ser atendido por você e desejando seus produtos ou sua prestação de serviços o aguarde. Talvez isso possa parecer bom demais para ser verdade. Eu também pensaria dessa maneira, se não tivesse conhecida a historia de varias pessoas.

Aqui está um forte exemplo de dois jovens de Brasília que confirmam o que estou dizendo. Os dois irmãos criarão uma empresa digital. Atualmente, ele se orgulha de ter alcançado o objetivo, tal e qual acreditava ser possível. Os jovens em questão são Hugo Rocha e Érico Rocha, sócios na empresa ignição digital, responsável por um dos maiores lançamentos de infoprodutos no Brasil, que obteve um faturamento de 2 milhões de reais em uma semana.

A maior platéia de clientes do mundo está na internet. São milhares de pessoas procurando algo para resolver seus problemas ou satisfazer seus desejos. E certamente uma porcentagem delas procura por seus produtos. Mas como a internet é vasta, somente os produtos e serviços bem posicionados são encontrados.

Análise esses dados

A televisão ainda é o principal meio de comunicação no Brasil, mas os brasileiros já passam mais tempo navegando na internet do que na frente da TV. A informação está na Pesquisa de Mídia Brasileira 2015, divulgada hoje (19) pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

De acordo com a pesquisa, os brasileiros passam, em média, quatro horas e 59 minutos por dia usando a internet durante a semana e quatro horas e 24 minutos/dia nos fins de semana.

“A diferença ainda é pequena, mas mostra uma tendência importante e que deve ser analisada. O tempo [de uso das redes] dá um parâmetro de como o brasileiro está migrando de forma consolidada para os meios de comunicação digitais”, avaliou o ministro da Secom, Thomas Traumann.

De acordo com a pesquisa, a internet é o terceiro meio de comunicação mais usado pelos brasileiros, atrás da TV e do rádio e à frente dos jornais e revistas. O levantamento, que ouviu 18 mil pessoas e traçou um perfil do consumo de informações nas diferentes mídias, apontou que 43% dos brasileiros usam a rede como meio de comunicação.

Entre os usuários da internet no Brasil, 76% acessam a rede todos os dias. O pico de uso é às 20h, tanto nos dias úteis quanto nos fins de semana. De acordo com a pesquisa, 67% acessam a rede em busca de informações ou notícias, mesmo percentual dos que dizem entrar na internet para buscar entretenimento (pergunta de múltiplas respostas).

Em relação ao grau de confiança no meio, 27% dizem confiar “sempre ou muitas vezes” nas notícias da internet.

A pesquisa da Secom revela que uso da internet é mais influenciado pelas características sociodemográficas que os outros meios de comunicação. “Renda e escolaridade criam um hiato digital entre quem é um cidadão conectado e quem não é. Já os elementos geracionais ou etários mostram que os jovens são usuários mais intensos das novas mídias”, disse Traumann.

Entre os jovens com até 25 anos, 63% acessam a internet todos os dias. O percentual cai para 4% na faixa etária de 65 anos ou mais. No recorte por renda, a pesquisa constatou que entre os que têm renda familiar superior a cinco salários-mínimos, 76% acessam a internet pelo menos uma vez por semana. Por outro lado, entre os que têm renda familiar até um salário-mínimo por mês, 20% acessam a internet com a mesma frequência.

O grau de escolaridade também influencia a frequência de acesso à rede: apenas 8% dos entrevistados que estudaram até a 4ª série acessam a internet pelo menos uma vez por semana, percentual que aumenta para 87% entre os que têm ensino superior.

Estudo do IBOPE Media releva que 134 milhões de pessoas, com 10 anos e mais, têm um telefone móvel no Brasil. Destas, 52 milhões têm acesso à internet pelo celular. Neste universo, ainda  possível distinguir a quantidade de smartphones conectados à internet, que hoje é de aproximadamente 20 milhões.

A conexão móvel já está consolidada na rotina do brasileiro, que usa seus aparelhos nas mais variadas situações.

“Esta pesquisa nos dá base para dizer que um em cada dois internautas acessa a web por celular. É uma mudança importante de cenário: uma marca estar presente e atuante no ambiente mobile não é mais uma questão de inovação, é uma questão de se adaptar a seu consumidor”, conclui Eduardo Fleury, presidente do Comitê Mobile do Interactive Advertising Bureau (IAB).

É impressionante o crescimento do acesso a internet nos dias de hoje, o que é bastante favorável para vender os seus produtos e serviços.

Nos próximos dias vou ensinar como posicionar bem e criar estratégias para atrair cliente e efetuar vendas. até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *